Apr 21, 2012

Scones de Maçã e Queijo Azul


Um mês depois, o regresso ao grupo das Dories e para fazer algo que eu adoro. Scones!
Estes, dizia a receita original deveriam ser feitos com maçã (seca) e cheddar. Eu, como gosto sempre de lhes fazer alguma alteração, usei maçã fresca e queijo azul. A minha intenção, que o sabor do queijo fizesse contraste com a maçã... o resultado, uns scones deliciosos e macios (como nunca tinha comido), mas onde nenhum sabor se evidenciava. Próximas experiencias: usar esta massa, nestes scones e para fazer scones simples. 




Como não tinha leite gordo para fazer o buttermilk, optei por usar meia chávena de natas com sumo de meio limão.

Sugestão: Comer assim que arrefecem... são absolutamente deliciosos





Ingredientes:

1/2 chávena de natas com sumo de meio limão

1 3/4 chávenas de farinha

1/3 chávena de farinha de milho

2 colheres sopa de açúcar
1 colher sopa de fermento químico
1/4 colher chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher chá de sal
100g de manteiga sem sal fria
100g de queijo azul
2 maçãs raladas





Como em qualquer receita que vá ao forno, comecei por ligar o forno a 200º para ir aquecendo.

Deitei na Bimby os ingredientes secos: farinhas, fermento e bicarbonato de sódio e açúcar e a manteiga e misturei na velocidade 5 durante uns 20 segundos até que a mistura parecesse um crumble.

De seguida juntei o ovo e as natas com o limão e o queijo e misturei 40 segundos na velocidade 4 até massa ficar uniforme.

Finalmente envolvi a maçã durante uns segundos na velocidade 4.

Com uma colher fiz 12 bolas que coloquei num papel vegetal enfarinhado e levei ao forno a cozer durante cerca de 20 minutos (até ficarem dourados). Depois de retirar do forno, deixei arrefecer mais 15 minutos até os começar a comer



Apr 17, 2012

Gnocchi de Batata Doce

No final do ano passado fui dar uma voltinha a Nova Iorque, para comemorar a chegada de um novo ano. 
Nova Iorque é uma das minhas cidades preferidas e uma das poucas, não fosse ficar tão longe, onde me conseguia imaginar a viver. 

Umas semanas antes de partir, vi uns episódios do masterchef Australia, dos quais tirei algumas dicas culinárias da cidade. Uma das situações que mais me chamou à atenção foi a participação do chef Cesare Casella no frente a frente contra uma das concorrentes. A sua boa disposição era contagiante e isso deu-me vontade de experimentar a sua comida. Em Nova Iorque descobri um dos restaurantes onde colabora e lá fomos para a Salumeria Rossi

Este restaurante serve uma espécie de tapas da Toscana (pratos pequenos e refeições para partilhar), e houve duas que todos consideramos as melhores, apesar de toda a comida ser delicioso: Pasta a la Matriciana e Gnocchi de Batata Doce. 

Aqui abaixo fica a receita dos gnocchi que comi nessa noite, adaptada da receita do Chef Cesare Casella, e que após alguma pesquisa encontrei na net.

P.S. É claro que os dos restaurante eram muito mais bonitinhos :)




Ingredientes:

800g de batata doce
1/2 chávena de Ricotta
1/2 colher de chá de noz moscada moída
1/2 colher de chá de moída
1 1/4 chávena de farinha
sal e pimenta




O primeiro passo foi tratar da batata doce e isso passou por colocá-las no microondas por 14 minutos, virando-as ao fim de 7. Quando o tempo terminou, cortei as batatas ao meio e com ajuda de uma colher retirei a polpa de deitei no copo da Bimby.

Depois de terminar de colocar a batata na Bimby, deitei o queijo ricotta e as especiarias e misturei durante 1 minuto na velocidade 8. Juntei a farinha e misturei mais 30 segundos na velocidade 5. 

Quando terminou, tirei pedaços da massa e fiz rolos com cerca de 2 cm de diâmetro sobre uma superficie enfarinhada. Cortei a cada 1,5 cm mais ou menos e calquei ligeiramente com um garfo. Repeti este passo até acabar a massa.





Antes de comer, deitei os gnocchi em água a ferver e retirei-os quando começaram a boiar. Deitei um alho esmagado com casca e oregãos frescos em azeite a ferver e quando comecei a sentir o aroma, saltei ligeiramente os gnocchi.

Não eram os gnocchi da Salumeria, mas ficaram mesmo muito parecidos.

Apr 14, 2012

Bolo Húmido de Limão



Uma semaninha de descanso na Páscoa, em casa dos papás perdida no meio do Alentejo, dá direito a muito descanso e tempo para comer e experimentar receitas novas. Há muito tempo que queria experimentar fazer um bolo de limão, mas que ficasse compacto e húmido e não fofo como o bolo deste post.

Adaptei a receita do livro base da Bimby, trocando a laranja pelo limão. De resto foi aproveitar o descanso, tomar conta das gatas que neste dias se encontravam no seu paraíso e comer coisas boas.

Os posts vão chegando de vagarinho, que internet por aqueles lados (casa dos meus pais) é lentinha como só visto...






Ingredientes

175g de açúcar
3 ovos
220g de farinha
100g de margarina
1 limão inteiro com casca
1 iogurte natural sem açucar
1 colher (chá) de fermento Royal
1 pitada de sal








Deitei no copo da Bimby o açúcar, o limão cortado em quatro depois de retirados os caroços e os  três ovos inteiros. Programei a Bimby na velocidade 6,  1 minuto na temperatura 50º.

De seguida juntei o sal, o iogurte e a margarina e misturei durante 30 segundos na velocidade 6.

Finalmente, juntei o sal , o fermento e a farinha e misturei 15 segundos na velocidade 4.

Levei ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de meia hora.




Para enfeitar caramelizei raspas de limão em 1/2 chávena de açúcar e uns pingos de água.
Usei as rodelas do restante limão para dar cor ao prato.

Apr 5, 2012

Salada de entremeada Alentejana




Porque a  Páscoa me trouxe para um descanso já há muito desejado em terras Alentejanas, antes de partir e já na antecipação dos dias que se seguiam, aproveitei umas fatias de entremeada grelhada que sobraram do almoço, cortei em tiras com cerca de 1 cm, misturei com um bom molho de coentros picados e 3 dentes de alho também eles picados, reguei com azeite de boa qualidade e voilá.... um petisco de despedida a Lisboa e de boas vindas a uns dias de descanso no Alentejo.

Também para provar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...